Pense antes de gastar. Recicle, reuse, reinvente. Doe o que não usa mais. Tente viver com menos. Gaste menos: dinheiro, luz, água, combustível. Diminua o tamanho do lixo que produz. Prefira produtos ecológicos. Adote o pensamento verde. Use a criatividade.



domingo, 25 de setembro de 2011

No Paraguai

Este fim de semana estive em Foz do Iguaçu. Morei ali dos doze aos trinta e nove anos - com períodos em outros lugares (um ano para o terceirão em Goiânia, universidade em Curitiba, outro período em Curitiba), e como todo mundo, ia ao Paraguai fazer compras, principalmente antes do natal - mas não era algo que eu gostasse muito. De verdade, embora pareça mentira. Nós, que morávamos na fronteira, logo que o Paraguai "bombou" como "centro de compras", tínhamos grande receio de adquirir principalmente eletrônicos ali. O que não impedia, claro, de comprar brinquedos para as crianças, papelaria... mas aí eu me mudei, e o que era "logo ali", depois da ponte, ficou muito longe. E cada vez que voltava a Foz, me perdia indo ao Paraguai: perfumes, bolsas, lenços, coisas para casa, brinquedos, alguns eletrônesticos me faziam praticamente "pirar" num frenesi de consumo para mim e para presentes.
Desta vez fui a Foz pela empresa - três dias de confraternização de agências que atingiram, no primeiro semestre, as metas. Foi tudo de bom. Olga, minha gerente, estava comigo e não conhecia. Ciceroneando-a, voltei  às cataratas, coisa que não fazia há uns doze anos, no mínimo. Fui à Argentina. E claro, ao Paraguai (tinha algumas encomendas). E fora uma barra de chocolate que comprei pra mim, comprei exatamente o que constava na lista de encomendas. Nossa! Nem eu mesma acreditava conseguir, tenho que ser honesta. Mas o melhor, o melhor de tudo, é que não surtei com desejos irreprimíveis de consumo.
Acho que é inclusive por isto que não tenho postado aqui amiúde - por causa da sensação de "normalidade" que já sinto por não comprar.
Ainda assim, estou tentando me organizar para não deixar a sensação de abandono por aqui, ok? Porque na verdade, não abandonei. Só ando meio ausente.
=D

3 comentários:

Ziula Sbroglio disse...

Lu,

Parabéns! Eu acredito que está se tornando muito normal não comprar, tanto quanto era normal comprar! Já nem penso muito em compras.

Estive pensando nas pessoas que estão no desafio e moram em Curitiba, que tal se marcássemos um encontro no final de tarde para colocar a conversa em dia pessoalmente?

Tenho que ir para Curitiba e estarei disponível tanto no dia 06 como no dia 07 de outubro. O que vc acha?

Vou deixar este recado para a Marina também.

Bjs

Cris disse...

Lu, cadê você mulher???estou preocupada e com saudades , muitas saudades de ler seus posts...

Beijos

Debys disse...

Nunca fui ao Paraguai, tenho um certa curiosidade, quem sabe um dia, agora sobre o consumo, tem q ser trabalhado aos poucos, tento nao ser, mas é duro, pois aqui em casa as coisas ainda estao cruas, e quero deixa bem legal, e ai compro aqui, compro ali, mas procuro comprar o que realemnte vou usar e penso se preciso mesmo das coisas q estou comprando, estes dias vi um comentario no face adorei, vou ver se acho para postar no eu blog, bjos e tenha um otimo final de semana...
Debys!!!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...