Pense antes de gastar. Recicle, reuse, reinvente. Doe o que não usa mais. Tente viver com menos. Gaste menos: dinheiro, luz, água, combustível. Diminua o tamanho do lixo que produz. Prefira produtos ecológicos. Adote o pensamento verde. Use a criatividade.



domingo, 13 de novembro de 2011

Finalmente. Finalmente???

´- Então, finalmente, você desistiu?"
"- Desisti de quê, Pessoa?"
"- De não comprar. Finalmente, desistiu, eu vi."
"- Nãããããããããããããããããããããããooooo, eu não desisti!!!! Porque está falando isto???"
"- Você não tem escrito no blog."
"- Ei, você lê o blog???!!!!!????!!!! Que legal, eu não sabia! Nossa, amei saber disto!"
"- É, não precisa assinar pra ler, não é? Tá ali, é só acessar, não preciso ficar pedindo ou contando... eu leio, só isto. Ou melhor, não leio mais. Você não escreve mais."
"- Sabe o que é? Ando em crise, ando com preguiça, ando desanimada. Mas não, não desisti."
"- Se não desistiu, conta isto. Todo mundo que lê seu blog deve estar pensando a mesma coisa, que você desistiu. Devia ter pensado nisto quando foi lá e criou um blog. Tem responsabilidades que, se não vai honrar, não deve assumir."

É, eu sei, eu sei. Todos os dias, TO-DOS os santos dias, eu chego em casa, coloco o note no colo (em frente à TV, com as pernas sobre o pufe de meia lua azul) e me preparo pra escrever. Pra contar como foi o dia, como anda a cabeça, o bolso, as ideias. Aí penso "vou dar uma olhadinha por aí, só uma olhadinha..." e clico num dos blogues aí do lado, que me inspiram. Aí, de lá, vou pra outro e outro e mais outro e... quando vi, já é tarde, bem tarde. Tenho que correr e comer algo, buscar a filhota no terminal, e dormir, amanhã é outro dia. Tenho tantas coisas pra fazer, e procrastino. Tá difícil, muito. Não o  "ficar um ano sem comprar", mas me organizar, me motivar (e sim, sei que isto é pessoal, é interno, só eu posso fazer por mim). Não tenho ido a shoppings, os florais (ah, Ziula, como te entendo!!!) me matam. Só agora descobri o quanto gosto de flores, e cores. Tá, tudo bem, cores eu já sabia, desde sempre. Flores também, vá. Mas não pensei que doeria tanto não poder comprar uma blusinha de flores rosa, uma saia de flores azuis... mas tudo bem. O engraçado é que doeu, "pero no mucho".
Mas então, minhamiga, voltando ao começo, estou assumindo publicamente o compromisso de escrever pelo menos UMA vez por semana aqui, certo? Não posso, mesmo, simplesmente abandonar.

Até porque me sinto abandonada quando visito outros blogues que me inspiram e  não vejo postagens. Marina e Ziula começaram seu desafio pessoal quase ao mesmo tempo que eu, e continuam firmes. E seus posts me dão força - apesar de, ultimamente, a Marina andar quase na mesma "vibe" que eu. Obrigada, Ziula, por ser tão ativa!!! =D    Sei que estou pecando em também não comentar, mas saiba, acompanho sempre e me sinto, de verdade, sua amiga real, não só virtual. Engraçado isto, não? Mas é assim que me sinto.
O ruim de ficar sem escrever muito tempo é que, quando resolvemos nos colocar em movimento tem tanta coisa que dá vontade de falar que a gente se perde e nem sabe por onde começar...

Se olharem ali em cima, à direita, verão que já se foram 189 dias. UAU!!! Pra ser sincera, eu tinha  medo, muito, de não chegar até aqui. Verdade! Mas eis que aqui estou, e continuo com meu propósito! Mas, pra ser honesta, tenho que contar que comprei algumas coisas:
1 - um smartphone
Tá, criatura, porque você comprou um smartphone????? Isto era essencial, absoluta e essencialmente necessário? Na verdade, pra ser bem honesta comigo mesma, não. Mas um de meus celulares (sim, tenho dois, um TIM pra falar com quem tem TIM, ou seja, a família toda, o amor, alguns amigos; e um CLARO, número de Curitiba, para as pessoas daqui que não tem TIM possam falar comigo. São dois aparelhos simples, sem ti-ti-tis, que servem basicamente como telefone, agenda, despertador.) começou a dar problemas, não ouvia direito, do outro lado a pessoa não me ouvia, não completava ligações, estava um saco. Aí, no início de novembro fui para a casa do Sandro (êêêê, mãe e maninhos reunidos, coisa boa!), pessoa viajeira que ando. E acontece que meus dois irmão, pobrezinhos, possuem Iphone. Não, eu não comprei um, não tenho cacife pra isto. Mas aí, quando falei que precisava de um novo aparelho e fiquei chorando pra ver se algum dos dois tinha um aparelho velhinho pra me doar, o Wan fez um discurso inflamadíssimo sobre necessidades e supérfluos, faloufaloufaloufaloufalou no meu ouvido e me convenceu que valia a pena, já que eu ia mesmo comprar outro aparelho celular, comprar um smartphone. E aí, passávamos nós dois na frente da Pernambucanas em Itapeva, promoção do Samsung Galaxy Ace, ele tem cartão Pernambucanas, pronto, foi assim. Na verdade, não é absolutamente necessário, mas tem se mostrado muito útil e achei, no fundo do meu coração, que não compromete meu desafiio. Tenho até medo de perguntar o que vocês acham, mas lá vai: o que vocês acham???

2 - a máquina de costura
=D
Andei pesquisando durante muito tempo modelos, marcas, preços, com dó de gastar este dinheirinho, mas tive que mandar de novo pra costureira roupas pra fazer barra e arrumar, aí decidi, finalmente. E comprei, finalmente! Sim, eu queria uma Singer, antes eu tinha uma Singer, sei que é boa sem sombra de dúvidas, mas também ouvi muitos elogios à Elgin, e uma máquina com as mesmas funções tinha uma diferença absurda de até 400 dinheiros, fala sério???? Resolvi dar uma chance pra Elgin e pro meu bolso. E agora estou aqui, pessoa feliz, esperando que ela chegue logo. Já andei fuçando nas caixas de tecidos (tenho duas de tecidos e uma de retalhos, acredita??? Descobri, ali, um linho camelo, lindo, e um outro tecido de risca de giz marinho que tenho desde a época em que morava em Foz, trabalhava na Fundação Cultural, nossa!!!! Isto é de antes de 2000... espero que não estejam podres, os tecidos!!!!  
Andei pensando sobre presentes, mas não vou escrever aqui, agora, porque este post já está muito longo pro meu gosto. Mas prometo que esta semana eu volto!!!




P.S. "Owwww, Pessoa!!!! Como assim, finalmente???"
Pois é, foi assim, dias depois, que caiu a ficha da palavrinha no diálogo que citei ali em cima... pensei em ligar pra brigar por não merecer a confiança dela, pra meter a boca e reclamar, mas parei e refleti um pouco. Um pouquinho só, e pensei que, na verdade, cabe a mim mostrar que finalmente, neste caso, não existe. 
Não vou desistir, não vou fraquejar. 

4 comentários:

Ziula Sbroglio disse...

Lu,

Saudades de seus posts! Saudades mesmo!
Estive lendo o blog da Marina e ela falou sobre o conselho para que escrever no blog não se torne obrigação. Só que escrevo com certa frequência não por obrigação, mas porque para mim, como mencionei no último texto, está sendo uma terapia e o melhor - gratuita.
Parabéns pelo smartphone! Tem coisas essenciais e quanto à máquina de costura, parabéns dobrado!
Eu tenho um sonho de aprender a costurar, minha vó era costureira de alta costura e não aproveitei para aprender. Quem sabe um dia!
Bem, e já que sou entrona mesmo... rs... quem sabe poderias aproveitar estas caixas de tecidos para fazer patchwork (é assim que escreve) ... AMO DE PAIXÃO qualquer coisa feita de retalhos...
Volte sempre... estamos sempre esperando, não apenas para saber como está o desafio, mas também para saber como estás em todos os campos da vida...
Acabo me preocupando muito quando desaparece e a Marina também.
Que bom que estás bem!!!
Beijos

***GrAzI disse...

Eu apoio e entendo as suas duas compras! Principalmente a máquina de costura! Se eu soubesse costurar tbém ia querer uma!!
Muitas vezes eu tbém fico ausente do meu blog... acho que faz parte! Temos que respeitar nossas vontades e compromissos... sem neuras!!
Beijão!!! ;o)

Debys disse...

Estes dias ttbm abandonei meu blog pelo mesmo motivos que os seus, fico navegando, navegando e qdo via hr tinha voado, e sem inspiracao para escrever, mas adorei seu post, andei dando uma limpeza no meu blog, pois quero seguir quem escreve, e vejo que voce esta prometendo pelo uma vez na semana escrever, vou cobrar heim...rs...ah e por falar em maquina, um dia quero comprar uma, para fazer muitas artes, amo artes, bjos e boa semana!!!Debys!!

Marina disse...

Olá! Nossa, há quanto tempo eu não dava o ar da graça e comentava por aqui, né? Vc está certa, estou numa "vibe" lerda, lerdíssima... e se eu te disser que nem tem a ver só com o blog, mas com a net de modo geral, vai me achar meio maluca? Mas é por aí... tô meio de saco cheio... a net acabou virando uma obriga~ção na minha vida e às vezes até me dá arrepio só de pensar em abrir o laptop e entrar no e-mail (o blog então, nem se fala!). E o pior: ao contrário de vc, quando fico um tempão sem postar e resolvo postar de novo não me ocorre absolutamente NADA de interessante pra escrever, é como se não tivesse mesmo nada para contar. Credo! Sinto que não há mesmo nada a dizer. isso é deprimente ou o quê? Se tiver alguma ideia a respeito disso me diga ou me dê uma luz... abraço!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...